Nosso dia passa rápido e quando nos damos conta já é natal de novo.

Atualizado: Jan 15




Deus nunca disse que não poderíamos trabalhar e, para falar a verdade, nos dia de hoje é até difícil não trabalhar, pois por muitas vezes precisamos de nossa renda para o orçamento familiar fechar ao final do mês ou até mesmo para existir um orçamento familiar.

O erro está quando o trabalho se torna mais importante que Deus, que sua família, que seus relacionamentos.

Trabalhar é saudável e um direito conquistado com muito custo, mas a mulher não deve ser tomada por isso como algo que traz sua realização pessoal ou mesmo pela ganância em ter uma vida mais confortável que o necessário para aquele momento de criação de filhos.

Conheço muitas mulheres que só se sentem felizes e plenas se estão trabalhando e produzindo, mas a verdade que nossa realização deve estar naquilo que Deus nos chamou para sermos.

E tenho certeza que não foi uma workaholic que esteve nos planos de Deus e sim uma mulher cheia de talentos, que é sábia e sabe administrar seu tempo com Deus, sua família, casa, trabalho, igreja e não se sobrecarregar e se frustrar por viver atarefada e sem perspectiva de melhora ou realização.

Se estamos com a saúde emocional comprometida, relacionamento com Deus deixado de lado, marido nem me viu e filhos só por Deus, está na hora de rever suas prioridades e onde de fato está seu coração.

Ver se a ânsia por um conforto maior que te faz não sair do trabalho possa ser uma das causas de sua ausência e de repente se dispor a ganhar menos financeiramente e passar mais tempo com as pessoas mais preciosas de sua vida e poder assim colher os frutos de relacionamentos saudáveis e mais leves.

Muitas vezes usamos o trabalho como fuga e isso pode se tornar uma “bomba relógio”. Trabalhar é muito bom e gratificante, mas quando o uso como válvula de escape para não pensar em como meus filhos dão trabalho, como está difícil colocar limites, como fazer para estabelecer autoridade sem magoá-los, preciso urgentemente parar e pensar em como minha ausência ou “terceirização” de cuidados meus para com meus filhos podem afetar o que viveremos no futuro.

Nos dias de hoje os papéis estão invertidos e muitos pais estão com medo de exercerem seus direitos e deveres como pais, outorgando todos os direitos de casa e satisfação aos seus filhos.

Não nos deixemos enganar queridas. A palavra de Deus nos mostra que devemos repreender nossos filhos (PV 13:24). Que devemos colocar limites e ensiná-los o caminho que devem andar (Pv 22:6). O caminho que vão trilhar depende do quanto nos dedicaremos em ensiná-los sobre a vontade de Deus e seus ensinamentos.

Eles precisam aprender a amar, respeitar, servir e honrar a cada autoridade. Submissão é amar e honrar. Eles devem aprender isso desde pequenos. Precisam aprender a servir em casa e a todos que convivem na mesma família em amor, mesmo que sintam-se frustrados, tristes ou irritados.

Quando as emoções se dispersarem devemos pegar a palavra de Deus e mostrar o porque agimos daquela maneira e ensinar que bons frutos serão colhidos por eles se dedicando a obedecer os mandamentos do Senhor.

Precisamos parar e pensar o por que muitas vezes nossa dedicação ao trabalho suprime nossa dedicação na criação de nossos filhos. De fato trabalhar é mais fácil que educar filhos, mas não é o principal plano de Deus para nós.

Não desanimemos, o Senhor nos dá sabedoria e graça nessa tarefa árdua, mas recompensadora. Sei que você e eu provavelmente não receberemos bonificação ou reconhecimento público por termos sido boas mães, mas com certeza o Senhor nos recompensará e teremos orgulho e paz de saber que nossos filhos seguem o caminho da Verdade e guiam outros ao caminho da salvação.

Para refletir

Sabemos que os desafios e cobranças são inúmeros. Tanto internas como externas. Nosso dia passa muito rápido e quando nos damos conta já é natal de novo e nada mudou.

Eu te convido a terminar essa reflexão pensando em como podemos nos organizar melhor e trazer a palavra de Deus para o nosso cotidiano e seus conselhos de uma maneira prática.

Não deixe pra depois, separe 15 minutos por dia para se olhar, respire, se olhe novamente e busque ao Senhor em oração e seus conselhos em sua palavra.

Provérbios é repleto deles. Leia uma capítulo por dia, memorize 1 versículo por semana.

Eu sei que muitas de nós usa como desculpa a hora de ir ao banheiro para ter um tempinho de folga, então lembre-se de usar com algo melhor que Facebook, Instagram, e-mail, etc. porque, com certeza, você vai arranjar um tempo para fazer isso.

Priorize suas horas com aquilo que é mais importante. Não seja o ladrão de seu tempo por escolhas mal tomadas.

Invista tempo com seu cônjuge e seus filhos. Brinquem juntos. Fiquem juntos, mesmo que por 20 minutos antes de dormir (claro que isso só vale para quem de fato não tem tempo e não para quem administra mal o tempo), mas estejam de fato juntos.

Ensine seus filhos a orar. Faça um caderninho de oração para cada um deles e comece a escrever seus pedidos e agradecimentos ali.

E quando chegar o final do ano mostre a fidelidade e bondade de Deus por ter respondido suas orações.

Invistam na vida de vocês e de cada um que as rodeia com valores eternos.

Não se deixe levar pelas necessidades comerciais ou de alma inquieta e desamparada.

Temos um Deus que nos dá paz que excede todo o entendimento e isso é precioso. Sua presença bendita deve bastar para que nos aquietemos e, se por acaso, não for suficiente precisamos fazer ser.

Sozinha não consegue? Busque ajuda de amigas, líderes, profissionais, pois muitas vezes precisamos que peguem em nossa mão até conseguirmos caminhar novamente.

Não se entregue ao desespero. Há esperança para dias melhores mesmo nessa modernidade caótica, afinal temos um Deus que é único e só Ele possui as palavras de vida eterna.

No amor de nosso querido Amigo, Pai, Autor de nossa Salvação Jesus!!!

📷

Gracy Alvarenga, filha de Deus, esposa do Mauricio, mãe da Sophia e do Arthur, trabalha como psicóloga clínica e palestrante.

0 visualização
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
Siga-nos nas redes sociais!

© 2023 by BINK. Publishers. Proudly created with Wix.com